28 junho 2006

Fogo e Serragem



27/06/2006 19h19

Fogo e serragem

Às vezes, sinto-me sem vontade
de tudo e de nada.
Amorfa,
moldo-me aos moldes
dos desejos alheios.
A dor, camuflada.
Os gemidos, sufocados.
Agonizo, molhada:
serragem
Às vezes,
embaixo de cinzas,
crepito, aqueço-me,
e em labaredas, refaço a luz
antiga,
subitamente.
Ardo,
em cadeia,
acendo tudo mais
que há por perto.
Incendeio, fogo em jogo
lúdico, atroz...

Clevane Pessoa de Araújo Lopes
in "Sombras feitas de Luz", Editora Plurarts - Belo Horizonte,MG)

Republicado por clevane pessoa de araújo em 29/06/2006
Seja o primeiro a comentar este texto

Indique esta leitura para amigos

Copyright© 2005 by ClevanePessoa. Todos os direitos reservados.